quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Tema de hoje: O desenho que seduzia


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Os símbolos servem para atrair mais peregrinos de fé e doadores generosos". Os símbolos esotéricos oportunistas são variados. Alguns materiais e outros intangíveis. O caminhante de fé deve conhecer profundamente esses símbolos para extrair o máximo de benefícios. Por exemplo, em toda filial da Hector Hereeye Foundation possuimos um caldeirão de ouro, ornado com vistosos diamantes. Simbolicamente representa a união cármica dos povos da humanidade e o desapego aos bens materiais, daqueles que querem abraçar a fé oportunista. Existe um ritual todo especial ao redor deste símbolo, que irei tratar em outra oportunidade. Não deve, porém, meu irmão, minha irmã, acreditar que tudo é símbolo. Uma Ferrari 599 é símbolo, um Porsche Carrera não. Um cruzeiro pelo Caribe é símbolo, atravessar o canal da mancha no inverno a nado, não. Nós, "magos", somos cercados de símbolos em nosso chateau. De riqueza e fertilidade tântrica. E de garrafas e mais garrafas de bons vinhos franceses. Desenhados e sedutores são os caminhos da iluminação.

Direto de Kampong Bahru, Cingapura: Na imagem vemos um grupo de jovens peregrinos em meditação dicotômica. Dois deles demonstram o ritual do Kung-Huai-fu. No local proferi a palestra, "A sedução transcedental dialética, uma abordagem manualmente desenhada do mundo cármico dicotômico”, para 1.500 empresários cingaleses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça.

A partir de hoje estarei respondendo às consultas oraculares na seção Espiritualidade/Mago Responde do "O Pensador Selvagem". Enviem por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou acessem AQUI e façam sua consulta.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics