sábado, 31 de março de 2007

Tema de hoje: A respiração infinita


Como trilheiro espiritual vos digo:”Quanto maior a altura, maior o tombo”. O ar que respiramos nos coloca em comunhão com o divino. Nada mais esotérico do que, numa praia em uma ilha paradisíaca, sorver aos poucos o delicioso ar marinho que nos circunda. Sentir o movimento das marés nas canelas também ajuda nessa comunhão. Meu irmão, minha irmã, você deve se lembrar, ao desfrutar das benesses da natureza, que é responsável por ela e deve aproveitar cada instante. Nós, “magos”, também fazemos essa comunhão. Caminhando pelos enormes terrenos que circundam nossos chateaus, onde são plantadas as parreiras que dão origem ao saboroso vinho francês que bebemos, sentimos únicos e exclusivos. Naturais são os caminhos da luz.

Direto de Split, Croácia: A imagem acima é da filial da Hector Hereeye Foundation onde proferi a palestra "Alpinismo dialético: alcançando o nirvana" que proferi para 1.500 empresários croatas. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

sexta-feira, 30 de março de 2007

Tema de hoje: Celebre seus triunfos


Como trilheiro espiritual vos digo:”Aos vencedores as batatas”. Toda vitória merece ser comemorada. E toda derrota desprezada. Meu irmão, minha irmã, vocês não devem temer o “mau-olhado”. Ao comprarem sua Ferrari Spider, viajar para aquele paraíso polinésio ou, ainda, ao fazer uma doação absurdamente indecente de dinheiro para os cofres da Hector Hereeye Foundation, celebrem e alardeiem a vitória. Isso fará com que outros colaborem ainda mais com nosso trabalho esotérico espiritual. Nós, “magos”, utilizamos de rituais milenares para impedir o “olho-grande” em nosso chateau e nos maravilhosos vinhos franceses que possuímos. Vitoriosos e comemorativos são os caminhos da luz.

Direto de Sibiu, Romenia: A imagem acima é de peregrinos e dirigentes da filial da Hector Hereeye Foundation antes da palestra "Psicodelismo dialético: objetivando o nirvana" que proferi para 1.500 empresários romenos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

quinta-feira, 29 de março de 2007

Tema de hoje: “Não faça tempestades num copo d’água”


Como trilheiro espiritual vos digo:” Problema é o começo do desastre”. Meus irmãos, minhas irmãs, às vezes os fatos da vida nos assombram e tomados pelo pânico e pela carência de orientação esotérica oportunista fazemos uma tempestade em copo d’água. O copo da felicidade e da virtude é pequeno e seu conteúdo escasso. Devemos sorver os goles em pequenas e espaçadas quantidades para que dure uma eternidade. Nós, “magos”, entendemos esses aspectos da vida. Procuramos não nos aborrecer com as pequenas coisas. Deixamos isso a cargo de nossos assistentes enquanto desfrutamos de nosso chateau e do sabor incomparável de nosso vinho francês. Tempestuosos e soterrantes são os caminhos da luz.

Em tempo: Não pensem vocês que comprando quinquilharias esotéricas por aí irão alcançar o nirvana divino. Os originais e divinos artefatos esotéricos são vendidos apenas nas lojas da Hector Hereeye Foundation. Cuidado com as imitações.

Direto de Canillo, Andorra: A imagem acima é de uma peregrina andorrense no difícil caminho da Via Ferrata. Neste local proferi a palestra "Estranhas coincidências nirvânicas e dialética fundamental" para 1.500 empresários andorrenses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

quarta-feira, 28 de março de 2007

tema de hoje: Amor e a porta do coração


Como trilheiro espiritual vos digo:”Lamentar aquilo que não temos é desperdiçar aquilo que já possuímos”. Meu irmão, minha irmã, os caminhos divinos são inexplicáveis e inquestionáveis. A religiosidade esotérica e as boas ações, em nome da Hector Hereeye Foundation, não carecem de explicações. Todos sabemos que é impossível provar a existência do divino. Assim como o amor. Se Deus é amor e o amor é cego, se Steve Wonder é cego, logo Steve Wonder é Deus. Então tenham fé. Abram seu coração e sua carteira. Nós, “magos” já passamos por esta fase de questionamentos. Depois de muito pensar, concluímos que é mérito exclusivo nosso se habitamos um chateau e bebemos vinho francês. Insondáveis e inexplicáveis são os caminhos da luz.

Direto de Famagusta, Chipre: A imagem acima é do aprazível local onde proferi a palestra "O credo e a cruz: Dicotomia clônica dialética" para 1.500 empresários cipriotas. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

terça-feira, 27 de março de 2007

Tema de hoje: Encontro no deserto de Gobi nos altos do Himalaia


Como trilheiro espiritual vos digo:”رحلة طويلة يبدأ بخطوه”. Durante meu caminho de elevação espiritual estive reunido com um grande sábio no alto do Himalaia. Lá, reunidos com outros aspirantes a “magos”, fomos recebidos com um delicioso churrasco de carneiro bretão escocês. Um dos aspirantes, oriundo da antiga União Soviética, declinou daquele maravilhoso manjar e passou a comer apenas alfafa. Nosso anfitrião questionou-o sobre tamanha desfeita. “Estás pastando por que pequeno gafanhoto?”, perguntou. O soviético respondeu, “para purificar meu corpo dos eflúvios maquiavélicos”. “Se tem certeza que um churrasco de carneiro bretão escocês é um malefício ponha-se daqui para fora”, disse o sábio. “Se não tem certeza deixa de ser estúpido pois aqui não é lugar para fracotes. Essas teorias alucinógenas a qual está seguindo são fruto de péssimos gurus, que inventam moda por não conhecerem o suficiente do mundo esotérico”, completou. Meu irmão, minha irmã, você não deve recusar uma oferta generosa de comida achando que isso irá salva-lo. Na melhor hipótese irá leva-lo muito perto de Deus através da morte por inanição. Nós, “magos”, permitimo-nos pequenos mimos gastronômicos. Em nosso chateau não só bebemos vinho francês mas também nos alimentamos de inestimável caviar de esturjão legítimo. Empaturrantes e gordurosos são os caminhos da luz.

Direto de Dushanbe, Tajikistão: A imagem acima é do encontro dos principais líderes tajisquitaneses antes da palestra "Dialética nirvânica e gestão política das massas ignaras" para 1.500 empresários tajisquitaneses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

segunda-feira, 26 de março de 2007

Tema de hoje: Sem ternura não há amor


Como trilheiro espiritual vos digo: “O amor torna tudo brilhante, agradável e vantajoso”. Jesus deixou um grande legado de paz e amor para a humanidade. Esse amor divino permite que Deus molde à alma humana para que possuam ternura e compaixão. Os hippies souberam como ninguém aproveitar esse ideal religioso, manifestando sua apreciação das mais diversas formas carnais. A manifestação divina desse amor se dá em todas as coisas da natureza. Certa vez, no caminho Ao-Shu-man, deparei-me com um cidadão obeso e disforme deitado sobre as flores de um lindo jardim monástico. “O senhor está amassando as flores”, disse eu. O obtuso senhor retrucou, “estou tentando tirar uma pouco da doçura delas”. Sem titubear respondi, “deixa de ser tolo, se entrar mais açúcar no seu sangue tu vai morrer de hiperglicemia”. Apavorado, o rechonchudo senhor rolou sobre seu corpo roliço até cair numa poça de lama e lá ficou, alegre, grunhindo qual porco na pocilga. Meu irmão, minha irmã, você tem a obrigação divina de fiscalizar os desígnios de Deus. Não se amedrontem perante pessoas malvadas e criminosas. Tenha sempre um spray de pimenta na mão para o caso de alguém agredi-los. Nós, “magos”, andamos cercados de seguranças ninjas, versados nas mais refinadas artes marciais. Entre outras coisas isso impede que bisbilhoteiros invadam o terreno de nosso chateau e interrompam a degustação dos maravilhosos vinhos franceses que possuímos. Fraternais e lisérgicos são os caminhos da luz.

Direto de Schellenberg, Liechtenstein: Na imagem acima um peregrino dá seu testemunho de fé antes da palestra "Amor dialético e mantras nirvânicos" para 1.500 empresários liechtensteinianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

domingo, 25 de março de 2007

Tema de hoje: Os mistérios do mundo


Como trilheiro espiritual vos digo:”A ignorância não duvida porque desconhece que ignora“. Somos seres intuitivos. É um dos grandes mistérios do mundo a capacidade que temos de “ouvir” uma vozinha lá no fundo da mente dizendo “Vai que dá”. Certa vez, deparei-me, no caminho Ao-Shu-man, com o templo abandonado dos monges Xian-Shang-pan. Imediatamente senti uma vontade irresistível de visitar o nascedouro de uma das mais bem-sucedidas seitas monásticas. Mas sua porta era guarnecida por um gigantesco eunuco. Titubeei mas a vozinha disse “vai que dá”. Fui em direção ao portão e o seu guardião me olhou com caras de poucos amigos. Novamente titubeei, mas a vozinha disse “vai que dá”. Ao chegar ao portão o eunuco sacou de uma gigantesca cimitarra mas a vozinha continuou, “vai que dá”. Reuni toda a minha força espiritual e pisei no limiar do portão e o guardião desferiu um potente golpe e a vozinha “xi, não deu!”. Foi a última coisa que me lembro. Até hoje a cicatriz dói quando chove. Meu irmão, minha irmã, você deve confiar nos seus instintos e se mandar antes que sofra alguma agressão. Nós, “magos”, ao passar por esta experiência desenvolvemos um alarme mental que nos salva de situações embaraçosas. Nossos chateaus são visitados por inúmeras peregrinas, algumas delas acompanhadas de advogados e testes de paternidade. Bebendo nosso vinho francês simplesmente as encaminhamos para nosso escritório de contabilidade. Intuitivos e onipresentes são os caminhos da luz.

Direto de Kuressaare, Estonia: A imagem acima é do castelo, que é a sede regional da Hector Hereeye Foundation, onde proferi a palestra "Sub-dialetismo e noções nirvânicas" para 1.500 empresários estonianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

sábado, 24 de março de 2007

Tema de hoje: A dor espiritual no plano físico


Como trilheiro espiritual vos digo:”A dor ensina a gemer”. Durante minha caminhada espiritual pratiquei muita meditação zen-yogue. Percebi, ao longo do meu treinamento na arte tântrica, que os mestres da meditação punem aqueles que se acusam de não se concentrarem o suficiente. 20 chibatas de punição para ser mais exato. O objetivo era demonstrar fisicamente a dor causada por um mal pensamento. Meu irmão, minha irmã, você que deseja seguir o caminho Ao-Shu-man lembre-se de manter os pensamentos puros. Caso caia em tentação utilize uma técnica ninja, desenvolvida por mim, que consiste em cravar a unha do dedão do pé esquerdo no ouvido direito enquanto dá 20 pulos debaixo de um abacateiro. Nós, “magos”, abstraímos os maus pensamentos. Quando meditamos estamos sempre pensando em como aumentar a venda de nossos livros, aumentar a arrecadação de nossas ONG’s, desfrutar de nosso chateau e bebericar um esplêndido vinho francês. Puníveis e tentadores são os caminhos da luz.

Direto de Pazardzhik, Bulgaria: A imagem acima é a sede regional da Hector Hereeye Foundation onde proferi a palestra "Desenvolvimento econômico e dialética nirvânica" para 1.500 empresários búlgaros. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

sexta-feira, 23 de março de 2007

Tema de hoje: Aproveite as oportunidades


Como trilheiro espiritual vos digo: “Faz parte da arte de viver, não barganhar com a oportunidade”. Quando no caminho Ao-Shu-man fui tentado 3 vezes. Na primeira, na porta de uma estalagem, monges An-Ai-lang dissidentes me convidaram para um festim regado a cerveja e mulheres, tudo grátis. Recusei-me. Na segunda vez, na porta de outra estalagem, monjas Nie-Tiao-fei me ofereceram os prazeres da carne e bebidas, tudo grátis. Recusei-me novamente. Na terceira, em um banco de fomento, me ofereceram uma pequena fortuna por uns rabiscos que havia feito ao longo da caminhada. Aí seria demais. Não só aceitei como foi o segundo passo para criar a Hector Hereeye Foundation e tornar-me um palestrante de sucesso. Meu irmão, minha irmã, você não deve nunca recusar a intuição oportunista. Ao se deparar com um dos meus 12 livros inéditos e sentir aquela pontinha de vontade, lá no fundo, de comprá-los não titubeie. O que são 100 euros cada exemplar para um futuro gloriosos e divino? Nós, “magos”, jamais perdemos uma oportunidade, mesmo que signifique mandar um sósia para proferir aquela palestra muito bem remunerada. Em nosso chateau, bebendo um saboroso vinho francês, não pensamos duas vezes antes de abraçar mais algumas moedas. Oportunistas e hipocráticos são os caminhos da luz.

Direto de Gasa Dzong, Bhutan: A imagem acima é do templo dos monges Shi-An-lun onde proferi a palestra "Escalada nirvânica e distração dialética" para 1.500 empresários butaneses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

quinta-feira, 22 de março de 2007

Tema de hoje: Práticas simples


Como trilheiro espiritual vos digo: “Quem dá aos pobres empresta a Deus”. Meu irmão, minha irmã, o trabalho divino não se atem apenas aos templos. Jesus praticava seus ensinamentos quando viajava ou se alimentava. Nós, “magos”, praticamos em todos os lugares. Na vernissage tediosa. Na ópera cansativa. No concerto barulhento. Estamos sempre de olho nas oportunidades de converter alguém para nossa causa. Ou azeitar um crítico venal. Ou adular um importante editor. Nosso chateau é um refúgio e nosso vinho francês uma inspiração. Ensináveis são os caminhos da trilha da luz.

Direto de Pokhara, Nepal: A imagem acima é da preparação da famosa procissão que percorre esse lago em louvor a Buda. Após a procissão proferi a palestra "Budismo dialético e responsabilidade civil" para 1.500 empresários nepaleses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

quarta-feira, 21 de março de 2007

Tema de hoje: Prece de Matthew Henry - Como nasceu a HHF


Como trilheiro espiritual vos digo:”Chegará o dia em que os homens conhecerão o íntimo dos animais e, nesse dia, um crime contra um animal será um crime contra a humanidade”. Certa vez, no caminho Ao-Shu-man deparei-me com um assaltante. Era tarde da noite, eu estava cansado e com a bolsa cheia de óbolos coletados durante o dia. Era realmente uma situação inusitada. Nunca tinha sido antes assaltado. Levou-me a bolsa e todos os pertences que estavam dentro dela. Ao chegar ao templo ao qual me dirigia senti uma súbita vontade de refletir sobre a situação e, após a reflexão, fiz uma prece às divindades divinas. Meu irmão, minha irmã, você deve ter em mente que situações de risco existirão. O que pode fazer? Somente ore. Procure sair vivo e se dirija a uma filial da Hector Hereeye Foundation mais próxima de você. Nós, “magos”, procuramos evitar situações de risco através da contratação de seguranças e uso de carros blindados. Nossos chateaus também são equipados com modernos sistemas de alarme, o que nos deixa muito relaxados para desfrutar o saboroso vinho francês nosso de cada dia. Arriscados são os caminhos da luz.

Reproduzo aqui a oração que fiz após minha reflexão. Foi nesse momento que nasceu meu sonho.

“Ó divino, quero agradecer a benção que me destes. Nunca havia sido assaltado antes e esta experiência foi reveladora. Quero agradecer também por somente ter perdido a bolsa, e não o cinto que levo carregado de dinheiro. Agradeço pois o que levaram não é 1% da fortuna que tenho em meu poder. Quero agradecer também pela iluminada idéia que me destes. Criar um templo esotérico para manter meus cofres cheios é uma sacada genial. Amém.”

Direto de Mahendranagar, Nepal: A imagem acima é de peregrinos maoístas nepaleses que vieram assitir a palestra "Nirvana nirvânico para esotéricos avançados" que proferi para 1.500 empresários e seguidores nepaleses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

terça-feira, 20 de março de 2007

Tema de hoje: Está escrito


Como trilheiro espiritual vos digo:”O homem avarento está como um boi gordo: ele só dará a gordura quando for privado de sua vida”. O acaso é um importante balizador de nosso destino. As pequenas coisas, os pequenos gestos, tudo isso tem um lugar no infinito quebra-cabeça que é a vida. Meu irmão, minha irmã, se você sentir que algo que fez, ou não fez, pode atrapalhar o seu habitat não se desespere. Tente reverter a situação rapidamente. Conheceu aquela maravilhosa e dadivosa pessoa e está sem camisinha, compre. Comeu além do que podia, sal de frutas. Esqueceu de depositar sua contribuição para a Hector Hereeye Foundation, corra imediatamente até o caixa eletrônico mais próximo pois a ira divina está a caminho. Nós, “magos”, nunca deixamos o acaso interferir. Sempre mantemos nossos editores adulados e os críticos venais com sua propina em dia. Não podemos perder nosso chateau nem o prazer de beber um indefectível vinho francês por obra do acaso. Subliminares e específicos são os caminhos da luz.

Direto de Kampala, Uganda: A imagem acima é das peregrinas ugadenses que vieram assitir a palestra "Desenvolvimento espiritual e doação esotérico-monetária" para 1.500 empresários e seguidores ugandenses (nota para minha assistente: o quórum empresarial foi baixo, rever investimentos em Uganda). Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

segunda-feira, 19 de março de 2007

Tema de hoje: A força de Jesus


Como trilheiro espiritual vos digo: “Deus esconde-se da mente do homem, mas revela-se ao seu coração”. Jesus foi o maior atravessador que já existiu. Sua ação como intermediário da palavra divina o colocou numa posição impar. Foi um revolucionário, um rebelde no que diz respeito às relações com Deus. Meu irmão, minha irmã, você deve se espelhar no exemplo dele se quiser galgar os mais altos degraus no esoterismo. Infelizmente ele foi crucificado e não pôde usufruir de seu chateau e dos magníficos vinhos franceses criados após sua morte. Ele é uma fonte de inspiração para nós “magos”. Católicos e divinos são os caminhos da luz.

Direto de Port Elizabeth, South Africa: A imagem acima é da prefeitura de Port Elizabeth onde tratei da abertura de mais uma filial da Hector Hereeye Foundation e proferi a palestra “Do campo dialético redivivo ao moderno esoterismo” para 1.500 empresários sul-africanos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

domingo, 18 de março de 2007

Tema de hoje: O valor da palavra


Como trilheiro espiritual vos digo:"Uma mentira estraga mil verdades". Nada é mais sagrado do que a imagem que passamos para as outras pessoas. A forma como nos vêm ditam o rumo de nosso futuro. Meu irmão, minha irmã, você pode ser o maior escroque oportunista do mundo, mas se todos o vêm como um cordial e educado filantropo terá um futuro brilhante. Nós, "magos", somos hábeis nesse quesito. Empenhamos nossa palavra sem nos comprometer. Assumindo responsabilidades inócuas criamos um bom nome no mercado. Vendemos mais livros. Proferimos mais palestras. Compramos nosso chateau e o equipamos com uma aconchegante adega de saboroso vinho francês. Não esqueçam que sua contribuição mensal para a Hector Hereeye Foundation é uma responsabilidade divina. Ilusionistas e apalavrados são os caminhos da luz.

Direto de Lodwar, Kenya: Na imagem acima, peregrinas quenianas aguardam a palestra “A restauração cruzada dialética” que proferi para 1.500 empresários quenianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

sábado, 17 de março de 2007

Tema de hoje: Reflexão sobre os desígnios de Deus


Como trilheiro espiritual vos digo:"As bênçãos chegam uma de cada vez, a desgraça vem em grupo". Meus irmãos, minhas irmãs, as vezes somos tomados por reflexões profundamente reflexivas. De onde vim? Para onde vou? Eram os Deuses astronautas? Uma lagarta pode pensar? As vezes essas reflexões nos levam para o lamaçal mal-cheiroso da inveja. Olhamos para aqueles milionários, que desfilam com seus carrões cercados de serviçais, e pensamos: Por que não eu, senhor? Nós, "magos", sabemos bem o que é isso. Mas, de repente, ouvimos uma voz interior dizendo para escrevermos algumas frases, adular um editor, publicar um livro e comprar um crítico venal. Quando nos damos conta estamos sentados na varanda de um chateau com uma taça de estupendo vinho francês nas mãos. Invejosos e reflexivos são so caminhos da luz.

Direto de Diani Beach, kenya: Acima uam vista da praia em frente ao resort onde proferi a palestra “Refluxo dialético e reflexologia reflexiva empresarial” para 1.500 empresários quenianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

sexta-feira, 16 de março de 2007

Tema de hoje: Da antipatia


Como trilheiro espiritual vos digo: "A vingança é um prato servido frio". Raramente proponho-me a palestrar em grupo. Uma das razões é que meu brilho espiritual não pode ser ofuscado por outros "magos". Mas eventualmente isso acontece. E quando acontece procuro pensar em como é confortável meu chateau, quão saboroso é meu vinho francês e quantos livros editados estou à frente do meu "parceiro". Meu irmão, minha irmã, ao se deparar numa situação onde você tenha que dividir os holofotes com uma outra pessoa, não se desespere. Nós, "magos", temos nossos truques. Experimente colocar um laxante na bebida e tirá-lo de combate. Sumir com os sapatos, ou colocar pó de mico nas roupas, também são táticas válidas. Dar um porre antes também. Caso nada disso surta efeito lembre-se de ter a última palavra e receber toda a salva de palmas e, se possível, faça uma conclusão desdenhando tudo que foi dito por seu "parceiro". Sorrateiros e apunhaladores são os palcos da luz.

Direto de Meru, Kenya: A imagem acima é do local onde fiz um retiro espiritual de 5 minutos ao sopé do Monte Kenya. Após este retiro, proferi a palestra “Meditação dialética e gestão empresarial” para 1.500 empresários quenianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Agradeço a todos que contribuiram na votação no Jus Indignatus do Ricardo Rayol. Ele agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

quinta-feira, 15 de março de 2007

Tema de hoje: Peregrinação para mendigar


Como trilheiro espiritual vos digo:”Quem dá esmola ao homem, dá esmola a Deus. E que Deus lhe pague”. No caminho Ao-Shu-man conheci diversos monges Shang-Bao-tiao. Esses monges fazem uma peregrinação coletando esmolas e donativos para seu templo. Dessa forma conseguem pagar as contas e manter o alto padrão de vida monástico. Com eles aprendi que a luz divina brilha sobre a tríade doador-dinheiro-esmoler. Aprendi também que não é humilhante pedir dinheiro. Meu irmão, minha irmã, ao realizarem o trabalho espiritual lembrem-se que todo dinheiro arrecadado irá se converter em benesses da Hector Hereeye Foundation. Não se sintam diminuídos. Nós, “magos”, passamos por isso no início de nossa caminhada ao comprar críticos venais e adular editores. Mas o conforto de nosso chateau e o saboroso vinho francês compensam tudo isso. Mendicantes são os caminhos da luz.

Direto de Lower Hutt, New Zealand: A imagem acima é da entrega do prêmio "Top of Mind" 2006 onde a Hector Hereeye Foundation foi premiada como referência esotérica na Nova Zelândia. Após este evento, proferi a palestra “Caminhos dialéticos e gestão empresarial” para 1.500 empresários aborígenes. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Agradeço a todos que contribuiram na votação no Jus Indignatus do Ricardo Rayol.

quarta-feira, 14 de março de 2007

Tema de hoje: Novas soluções para velhos problemas


Como trilheiro espiritual vos digo:”Não é possível agradar a gregos e troianos”. Certa vez, no caminho Ao-Shu-man, deparei-me com o belíssimo templo dos monges Pan-Sha-tian Este templo era completamente recoberto de ouro. Dentro do templo, também forrado de ouro, havia uma caixa com um buraco e, dentro dela, uma chave de ouro cravejada de reluzentes diamantes. Havia também uma inscrição no pedestal que sustentava esta caixa. Letras em ouro e platina. Dizia “Aquele que conseguir pegar a chave será o senhor desse templo e possuir toda sua riqueza”. Imediatamente me atirei na caixa e, com um esforço tremendo, tentei, por várias vezes, retirar a chave do tesouro de dentro dela. Não preciso dizer que não fui bem sucedido. Frustrado, entreguei-me ao desespero. Afinal ninguém seria o possuidor de tão inestimável fortuna. De repente, surgiu um sujeitinho mirrado e pestilento. Leu a insrição e, com um só golpe de um malho que levava em mãos, destroçou a caixa. E se tornou um bilhardário. Meu irmão, minha irmã, nós temos sempre que ser criativos e encontrar novas respostas para antigas perguntas. Nós, “magos”, perseguimos a excelência no quesito criatividade. Em nosso chateau, bebericando um valioso vinho francês, refletimos sobre como conquistar mais e mais mercado para nossos livros e palestras, nesse mundo selvagem. Afortunados e valiosos são os caminhos da luz.

Direto de Dunedin, New Zealand: A imagem acima é da eminente universidade de Dunedin onde proferi a palestra “Dicotomias politeístas e divindades unas” para 1.500 empresários, aborígenes e professores. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail ou deixadas nos comentários.

Agradeço a todos que contribuiram na votação no Jus Indignatus do Ricardo Rayol.

terça-feira, 13 de março de 2007

Tema de hoje: Exercício para nos deixar mais fortes


Como trilheiro espiritual vos digo:”Os fortes se exercitam, os fracos beliscam quitutes, os espertos tomam tudo”. Nós, “magos”, aprendemos muito ao fazer nossos caminhos espirituais de iluminação divina. Observando as pequenas coisas podemos exercitar nossa criatividade e meditação. Um dos exercícios consiste em acrescentar uma razão para cada ato que realizamos. Por exemplo, vou ao banco porque quero checar como andam meus investimentos. Dou palestras porque quero engordar minha conta bancária. Compro um crítico venal porque quero que a edição de meu novo livro seja um sucesso. Adulo um editor porque quero que o custo cobrado por unidade de livro seja reduzido. Moro em um chateau porque gosto de conforto. Bebo vinho francês porque é chique. Meu irmão, minha irmã, com esses pequenos exercícios você estará justificando seus atos e evitando o Alzheimer. Musculosos e exercitáveis são os caminhos da luz.

Direto de Christchurch, New Zealand: A imagem acima é o Museu da Eletricidade onde proferi uma palestra para 1.500 empresários neo-zelandeses e aborígenes sobre “Correntes divinas, alternadas ou contínuas?”. Tenham seu blog linkado nessa casa espiritual. É gratuito.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

segunda-feira, 12 de março de 2007

Tema de hoje: Fazendo planos


Como trilheiro espiritual vos digo:"De nada adianta o vento estar a favor se viramos o leme para o lado errado". Meu irmão, minha irmã, temos o vício de planejar. O modelo ocidental nos leva a tal erro. No caminho Ao-Shu-man entendi e compreendi que o planejamento está inserido em um pplano espiritual mais elevado. Não adianta planejar ser um mestre em bio-mecânica com ênfase em nanotecnologia se não estudamos. Nem planejar comprar a Ferrari Spider de nossos sonhos se nos contentamos em ser trabalhadores braçais. Nós, “magos”, somente planejamos as festas nas quais convidamos os críticos venais e editores acessíveis. Assim podemos comprar nosso chateau e equipá-lo com uma adega de delicioso vinho francês. Ao planejar pare e pense se o que deseja é um desígnio do divino e está inserido na classe social a que pertence. E não esmoreça. Planejados e frustrantes são os caminhos da luz.

Direto de Manukau, New Zealand: A imagem acima é o trapiche em frente ao centro de eventos onde proferi uma palestra para 1.500 empresários neo-zelandeses e aborígenes sobre “Distorções dialéticas na visão do divino”. Tenham seu blog linkado nessa casa espiritual. É gratuito.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

domingo, 11 de março de 2007

Tema de hoje: Carta ao coração


Como trilheiro espiritual vos digo:"Quem tudo quer, tudo come e tudo bebe, com certeza terá um infarto agudo do miocárdio". Como mentor espiritiual de milhões de seres humanos recebo milhares de cartas todos os dias. Como é impossível lê-las todas eu escolho uma, e apenas uma, para responder ou chupinhar o texto. Certa vez escolhi uma carta de uma certa Wang-Fei-ning. Ela mora no Tibet e pesa 334 kilos. Sua carta na verdade era destinada a seu coração, de onde transcrevo um trecho "Farei tudo que estiver ao meu alcance para que jamais te sintas incomodado com a minha presença a tua volta". Meu irmão, minha irmã, ao abusar dos pecados terrenos não esqueça que seu corpo é seu templo. Não adianta beber e comer de tudo sem limites. Uma hora o corpo não aguenta e pede água. E não adianta pedir desculpas depois. Nós, "magos", temos um intenso acompanhamento de pessoal especializado para nos ajudar quando nos excedemos nos prazeres terrenos. Nossos chateaus são equipados com uma adega de maravilhosos vinhos franceses e um spa. Diabéticos e colesterólicos serão os caminhos da luz, se não tiverem cuidado.

Direto de Picton, New Zealand: Continuo meu tour espiritual pela Nova Zelândia. A imagem acima é da baía desta pitoresca cidade onde proferi uma palestra intitulada “A caminhada dialética filosófica do Ao-Shu-man” para 1.500 empresários aborígenes neo-zelandeses. Aos que quiserem ter seus blogs linkados nessa casa espiritual deixem seu recado. É de grátis.


Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

sábado, 10 de março de 2007

Tema de hoje: A voz do coração


Como trilheiro espiritual vos digo: "Contribuir, doar e coçar, é só começar". Somos limitados por nossos sentidos e pelo saldo das contas bancárias. É comum nos depararmos com situações onde nosso coração diz uma coisa, mas não acreditamos nele. E damos todo tipo de explicação para não atender os seus apelos. Isso é errado, covarde e não-solidário. Meu irmão, minha irmã, ao sentir o apelo para realizar uma vultuosa transferência bancária para sua instituição esotérica preferida, comprar aquele caríssimo livro de ajuda espiritual ou ainda ser um dos milhares de colaboradores full-time da Hector Hereeye Foundation, não se limite nem se reprima. Doe-se, doa a quem doer. Nós, "magos", estamos a disposição em nosso chateau para ajudá-los na caminhada espiritual. Vinho francês não incluso. Rítmicos e cadentes são os passo do caminho da luz.

Direto de Tairua, New Zealand: Começo hoje meu tour espiritual pela Nova Zelândia. A imagem acima é do porto desta pitoresca cidade onde proferi uma palestra intitulada “A dialética negada do Ao-Shu-man” para 1.500 empresários neo-zelandeses. Aos que quiserem ter seus blogs linkados nessa casa espiritual deixem seu recado. É de grátis.


Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

sexta-feira, 9 de março de 2007

Tema de hoje: As palavras de Huxley - O Han-Tian-hui


Como trilheiro espiritual vos digo: “O que o jogo dá, o jogo o leva”. No caminho Ao-Shu-man tive a oportunidade de deparar-me com grandes pensadores, escroques e críticos venais. Certa vez, no mosteiro dos monges Tong-Kuo-hui, ouvi uma palestra do grande mestre Han-Tian-hui. Dizia ele: “O jogo da vida é uma grande mesa de pôquer. Aquele que tem um Royal Straight Flush será sempre o vencedor, não importando quão forte seja seus oponentes”. Meu irmão, minha irmã, ao escolherem o caminho da luz tenha em mente que a preparação é tudo. Marcar as cartas, colocar ases na manga, ter uma pistola de prontidão como último recurso. Tudo isso é válido. Nós, “magos”, sabemos que a vitória é tudo. Compramos nossos críticos e adulamos nosso editores exatamente por isso. E, ao retornarmos ao nosso chateau para bebericar nosso vinho francês, não nos envergonhamos. Jogos e blefes são os meios da luz.

Direto de Kuala Lumpur, Malaysia: A imagem acima é da praça onde proferi uma palestra intitulada “A visão nirvânica do apocalipse” para 1.500 empresários malaios. Aos que quiserem ter seus blogs linkados nessa casa espiritual deixem seu recado. É de grátis.


Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

quinta-feira, 8 de março de 2007

Tema de hoje: Visões de um mestre


Como trilheiro espiritual vos digo:”Quando o gato sai, os ratos fazem a festa”. Certa vez, no caminho Ao-Shu-man, deparei-me com um templo em chamas. Pertencia aos monges Shi-Bi-rou e estavam todos eles apavorados. O mestre deles havia viajado e, em comemoração, haviam realizado uma grande festa. Não imagino que tipo de festa poderia ter sido, mas o resultado era claro aos meus olhos. Meu irmão, minha irmã, ao se deparar com um infortúnio não entre em pânico. Em nossa caminhada espiritual irão se deparar com situações embaraçosas e humilhantes. Coloquem a culpa nos excessos etílicos ou no cunhado de sua prima. Nós, “magos”, já cometemos excessos mas, hoje, ponderando na varanda de nosso chateau bebericando um delicioso vinho francês, relegamos estas situações ao passado. Responsáveis e valiosos são os ensinamentos da luz.

Direto de Anse Vata beach, New Caledonia: A imagem acima é do resort onde proferi uma palestra intitulada “Magnanimidade e nirvana, uma visão politeísta dialética” para 1.500 empresários caledônios e franceses. Aos que quiserem ter seus blogs linkados nessa casa espiritual deixem seu recado. É de grátis.


Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

quarta-feira, 7 de março de 2007

Tema de hoje: Ali Babá e a busca espiritual


Como trilheiro espiritual vos digo:”O sucesso é um caminho que desaparece na areia se não se pisa constantemente nele”. Ao iniciar sua caminhada espiritual, meu irmão, minha irmã, tenha em mente que deve estar preparado para as contradições e obstáculos que se apresentarem. Haverá alguns momentos em que sua confiança será a mais alta possível. Em outros, a falta de fé irá permear sua vontade. Duas pessoas, que trilham o mesmo caminho, não o enxergam do mesmo jeito. Enquanto que um vê hotéis de luxo, bares da moda e mulheres fáceis, outro, por sua vez, pode enxergar botecos de quinta categoria e pousadas imundas. Se ambos vêm a mesma coisa significa que um de vocês está sugando o patrimônio do outro. Nós, “magos”, temos salvaguardas para estes casos. Ao trilharmos um caminho em companhia de nossas abnegadas irmãs usamos camisinha ou celebramos, em harmonia, contratos de separação total de bens para preservarmos nossos chateaus e nossas adegas de deliciosos e caros vinhos franceses. Confiantes e separatistas são os caminhos da luz.

Direto de Polonnaruwa - Sri Lanka: A imagem acima é de um templo com mais de 1.000 anos onde proferi uma palestra sobre "O absenteísmo dialético nas religiões politeístas" para 1.500 empresários sri lankenses. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

terça-feira, 6 de março de 2007

Tema de hoje: Em nome da Verdade


Como trilheiro espiritual vos digo:”Conheceis a Verdade e a Verdade vos libertará, mesmo que seja à tardinha”. Quando no caminho Ao-Shu-man tive tempo de refletir sobre a verdade. Afinal, o que é a verdade? Uma resposta afirmativa e sem mácula a uma pergunta capciosa, enganosa e cínica? Representa um ponto de vista nietzschiniano sobre determinado assunto? Uma posição dialética onde pessoas ávidas por palavras sem sentido e que pagam caro por isso conhecem a luz? E afinal, de que tipo de verdade estamos falando? Da material, da formal, da analítica ou da sintética? Meu irmão, minha irmã, tenham sempre em mente que a verdade é uma faca de dois gumes. Ao chegar em casa, em alto e avançado estado de embriagez, com manchas de batom pelo corpo falar a verdade pode trazer muitos aborrecimentos. Ao ser pega na cama com um amante negue até a morte e diga que ele está louco. Nós, “magos”, dizemos a verdade que nos convém. Em nosso chateau, bebericando um saboroso vinho francês em companhia de críticos venais, dizemos que a verdade é aquela que que enche nossas contas bancárias de dinheiro. Verdadeiros e subliminares são os caminhos da luz.

Direto de Port Moresby - Papua New Guinea: A imagem acima é do parlamento de Papua New Guinea onde proferi uma palestra sobre "O nirvana e o pragmatismo da verdade nas religiões tribais" para 1.500 empresários e políticos papuenses. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

segunda-feira, 5 de março de 2007

Tema de hoje:Prisioneiros da necessidade


Como trilheiro espiritual vos digo:”Macaco velho não meta a mão em cumbuca”. A experiência é a aliada do bom-senso. Meu irmão, minha irmã, quantas vezes não somos tomados pelo pecado da teimosia ao desejar algo que, nem sempre, é útil? Quantas vezes nos endividamos para adquirir bens supérfluos como máquina de lavar, geladeira ou aquela Ferrari F50? Nós, “magos”, não caímos nessas tentações. Quando recebemos nossos chateaus, como dádiva divina, e os abastecemos de inúmeras caixas de excelente vinho francês escrevemos uns livros, damos palestras e compramos críticos venais. Determinados e sensatos são os caminhos da luz.

Direto de Nha Trang - Vietnam: A imagem acima é a praia do retiro onde proferi uma palestra sobre "O nirvana e a aquisição agressiva de empresas" para 1.500 empresários vietnamitas. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

domingo, 4 de março de 2007

Tema de hoje: Uma escada para a luz


Como trilheiro espiritual vos digo:...". Meu irmão, minha irmã, ao se decidir pelo caminho espiritual deve entender que tudo é válido para atingir seu objetivo. Superar obstáculos, a princípio intransponíveis, é a gim tônica do desafio. Se você pegar um táxi ou van entre os estágios da caminhada encare isso como um atalho, não como um desvio. Se tens uma tarefa aborrecida a sua repetição pode se tornar algo prazeroso. É um sinal que seu caminho está aberto. Não importa se esta mesmice leve-os à depressão, ao estresse ou a um par de chifres. Devemos encontrar o divino dentro de nós e em cada ser e em cada elemento que nos cerca. Em nosso chateau, repetindo arduamente a tarefa de saborear um maravilhoso vinho francês, encontramos muitas respostas. Nebulosos e contraditórios são os caminhos da luz.

Direto de Padang - Indonesia: A imagem acima é o retiro onde proferi uma palestra sobre "Dicotomia religiosa e experiência nirvânica" para 1.500 empresários indonésios. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.







O Ricardo Rayol conseguiu a façanha de ter 3 blogs, entre eles este aqui, inclusos no Destaques GB 2007, numa única tacada. Cabra bom.

sábado, 3 de março de 2007

Tema de hoje: Pedaços meus pelo mundo


Como trilheiro espiritual vos digo:"Não olhes nunca de onde vens e sim para onde vais e não esqueças da necessárie e do papel higiênico". A vaidade, meu irmão, minha irmã, é um pecado. Mas podemos, em alguns momentos, ignorar este pecado. Caminhamos em busca de elevação divina e nessa caminhada vamos deixando pedaços de nós mesmos ao longo da trilha. É uma forma que nós, "magos", encontramos para determinar em que local do mundo queremos renascer. Uma unha em Roma, cabelos em Bankogk, uma gota de sangue em Reykjavík, melecas em Munich, caspa em Aspen etc etc. Usem sua imaginação ao andar por aí e cuidado onde deixam seus "pedaços". Em meu chateau, tomando vinho francês, me preparo mentalmente para minhas viagens para não deixar partes de mim onde não devo e assim não ter problemas legais com processos de paternidade. Escatológicos são os caminhos da luz.

Direto de Pukhet - Thailand: A imagem acima é o retiro onde proferi uma palestra sobre "A diagnose como caminho para o nirvana dicotômico" para 1.500 empresários tailandeses. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

sexta-feira, 2 de março de 2007

Tema de hoje: Sabendo onde mudar


Como trilheiro espiritual vos digo:"Um pequeno vazamentos eventualmente afundará um grande navio". Você, meu irmão, minha irmã, deve sempre estar atento aos detalhes. Ao planejarem sua caminhada pela luz notem se estão com tudo o que precisam. Ao construir uma casa confira se todas as quantidades de material foram entregues. O que aconteceria com o projeto, de seu chateau, se as 22 torneiras banhadas a ouro faltassem? Como ficaria sua adega de vinhos franceses se esquecesse de colocar um controle de temperatura e umidade do ar? Nós, "magos", por causa de nossa vida ascética e corrida, somos organizados e bem assessorados. Construíveis e montáveis são os caminhos do guerreiro.

Direto de Daegu - Corea do Sul: A imagem acima é o retiro onde proferi uma palestra sobre dialética dicotômica oriente versus ocidente para 1.500 empresários sul-coreanos. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News, colocado ao lado, e votem no Jus Indignatus.

quinta-feira, 1 de março de 2007

Tema de hoje: Pensamentos para melhorar o mundo


Como trilheiro espiritual vos digo:"Cada pessoa equivale a um grão de areia, mas uma multidão solidária é como uma pedra de ouro puro". Todos os países e religiões tem suas formas de expressar esse sentimento tão divino que é a solidariedade. O respeito pelo próximo é fundamental, meu irmão, minha irmã, para alcançarem um nível espiritual elevado, onírico e perdulário. Seja solidário. Não esqueçam que o trabalho divino de levar conforto as almas desamparadas é custoso. E nós, "magos", temos uma maneira toda especial de exercitar a solidariedade. Em nossos chateaus costumamos fazer jantares com a presença de editores influentes e críticos venais. A repartição de generosas porções líquidas de vinhos franceses é o ápice dessa demonstração. Solidários e respeitosos são os caminhos da luz.

Direto de Seul: A imagem acima é o retiro onde proferi uma palestra sobre divindade empresarial para 1.500 empresários sul-coreanos. Aos que desejam ter seus blogs linkados aqui, deixem seu recado. Não custa nada.

Ajudem o Ricardo Rayol a ganhar o blog da quinzena. Acessem o banner do Blog News ao lado e votem no Jus Indignatus.

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics