domingo, 25 de março de 2007

Tema de hoje: Os mistérios do mundo


Como trilheiro espiritual vos digo:”A ignorância não duvida porque desconhece que ignora“. Somos seres intuitivos. É um dos grandes mistérios do mundo a capacidade que temos de “ouvir” uma vozinha lá no fundo da mente dizendo “Vai que dá”. Certa vez, deparei-me, no caminho Ao-Shu-man, com o templo abandonado dos monges Xian-Shang-pan. Imediatamente senti uma vontade irresistível de visitar o nascedouro de uma das mais bem-sucedidas seitas monásticas. Mas sua porta era guarnecida por um gigantesco eunuco. Titubeei mas a vozinha disse “vai que dá”. Fui em direção ao portão e o seu guardião me olhou com caras de poucos amigos. Novamente titubeei, mas a vozinha disse “vai que dá”. Ao chegar ao portão o eunuco sacou de uma gigantesca cimitarra mas a vozinha continuou, “vai que dá”. Reuni toda a minha força espiritual e pisei no limiar do portão e o guardião desferiu um potente golpe e a vozinha “xi, não deu!”. Foi a última coisa que me lembro. Até hoje a cicatriz dói quando chove. Meu irmão, minha irmã, você deve confiar nos seus instintos e se mandar antes que sofra alguma agressão. Nós, “magos”, ao passar por esta experiência desenvolvemos um alarme mental que nos salva de situações embaraçosas. Nossos chateaus são visitados por inúmeras peregrinas, algumas delas acompanhadas de advogados e testes de paternidade. Bebendo nosso vinho francês simplesmente as encaminhamos para nosso escritório de contabilidade. Intuitivos e onipresentes são os caminhos da luz.

Direto de Kuressaare, Estonia: A imagem acima é do castelo, que é a sede regional da Hector Hereeye Foundation, onde proferi a palestra "Sub-dialetismo e noções nirvânicas" para 1.500 empresários estonianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

O Ricardo Rayol agora concorre com outro blog "A Cor da Letra" para próximo blog da quinzena. Colaborem votando.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics