terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Tema de hoje: Do trabalho


Como trilheiro espiritual, vos digo: "O trabalho mais duro que existe é não fazer nada". A caminhada esotérico oportunista é laboral. O trabalho para ajudar os necessitados não tem preço, por isso, as valiosas contribuições que o caminhante de fé recebe, em troca, são uma paga ínfima pelo benefício que se obtem. Há, portanto, de se ter dedicação e esforço. Não seria nada agradável que depois de décadas sendo o fio-condutor das benesses do divino nirvânico, descobrissemos que não valeu a pena. Uma Ferrari 599, um cruzeiro pelo Caribe anualmente e um pequeno e modesto chateau são o mínimo de recompensa. Meu irmão, minha irmã, valorize-se como portador da palavra. Nós, "magos", somos trabalhadores incansáveis. Em nosso chateau, desfrutando de taças de revigorante vinho francês, estamos 24 horas disponíveis. Trabalhosos são os caminhos da iluminação.

Direto de Mytilene, Ilha de Lesbos, Grécia: Na imagem um grupo de peregrinos do templo Shen-Bang-bo dirigem-se para a filial local da Hector Hereeye Foundation. Neste local proferi a palestra, "O trabalho transcedental dialético, uma abordagem visionária do mundo cármico dicotômico”, para 1.500 empresárias greco-lésbicas. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça.

Estou respondendo às consultas oraculares na seção Espiritualidade/Mago Responde do "O Pensador Selvagem". Enviem por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou acessem AQUI e façam sua consulta.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics