sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Tema de hoje: Distinguindo o bom do mau


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Abundans cautela non nocet". O tema da distinção entre aqueles necessitados de ajuda, que são abonados e generosos, e os que são pobres e egoístas, é recorrente nesse espaço esotérico. Estimulamos o caminhante de fé a não fazer distinções, desde que seja possível incluir o pobre na alíquota de dedução do imposto devido. Mas nem sempre o abonado é realmente abonado. Sugiro, meu irmão, minha irmã, um teste simples para identificação deste doador tão disputado. Leve-o para um passeio em sua Ferrari 599. Logo após vá a um restaurante caro. Se o alvo rachar a conta deve ser enquadrado como possível abonado. Caso se disponha a pagar a conta integralmente, contabilize como generoso. Nós, "magos", recebemos a todos, mas só poucos podem usufruir das propriedades divinas dos vinhos franceses que bebemos.


Direto da Cidade do Vaticano, Vaticano: Na imagem vemos uma jovem eclesiástica se libertando das amarras de sua antiga fé, antes de se abraçar com o esoterismo oportunista e ingressar na filial local da Hector Hereeye Foundation. Neste local proferi a palestra, "A distinção dicotômica transcedental dialética, uma abordagem dos aspectos e benefícios do mundo cármico oportunista”, para 1.500 empresários italianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça.

A partir de hoje estarei respondendo às consultas oraculares na seção Espiritualidade/Mago Responde do "O Pensador Selvagem". Enviem por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou acessem AQUI e façam sua consulta.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics