sábado, 7 de julho de 2007

Tema de hoje: Vergonha de ser bom


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Vergonha é furtar e não poder carregar". Meu irmão, minha irmã, é natural que, ao fazer o trabalho divino esotérico oportunista, se sinta encabulado. Afinal, em um mundo em perrmanente transformação e degradação dos valores morais, aparentar a bondade sem mácula pode ser entendido como retrô, pedantismo ou, ainda, fraqueza. Os que desdenham de seus atos são indivíduos de má-fé, invejosos e não merecem consideração. Ajudem aos necessitados e, se questionados, mostrem sua fé e seu bolso recheado de moedas de ouro. Será o cala a boca definitivo. Nós, "magos", superamos os maus sentimentos e a inveja alheia. Utilizamo-nos de intermediários de confiança para a compra de críticos venais e adulação de editores gananciosos. A salvo em nosso chateau, bebemos garrafas de portentosos vinhos franceses e vamos vivendo a vida. Vergonhosos e bondosos são os caminhos da iluminação.

Direto de Roma, Itália: A imagem acima demonstra o que pode ocorrer aos trilheiros que não estão firmes em sua fé. Para vencer o medo do divino estarei promovendo, a preços módicos, a palestra "O sem-vergonha tântrico nirvânico, uma abordagem sobre a bondosa coragem dicotômica dialética", aberta aos primeiros 1.500 fiéis e empresários que se inscreverem. Preço especial para os filiados da Hector Hereeye Foundation. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics