quinta-feira, 5 de julho de 2007

Tema de hoje: Eu sou parte da terra


Como trilheiro espiritual, vos digo: “O divino dá nozes a quem não tem dentes”. A estupidez humana não tem limites. Por bens materiais é capaz de realizar as mais insanas ações. Apegam-se aos bens como se fossem salva-vidas e esquecem que, passando desta para melhor, não se leva nada. Do que adianta recusar milhões, por pura teimosia, e continuar a habitar uma velha casa só porque abrigou o tataravô? E você, meu irmão, minha irmã, que está na trilha esotérica oportunista, não se apegue ao seu fusquinha 68, só por que deu uns malhos na paixão de sua vida dentro dele. Lembre-se que sendo um verdadeiro fiel poderá adquirir um bólido esportivo ultimo tipo e conhecer milhares de pessoas interessantes. E de nada adianta navegar pelo Caribe, a bordo de um imponente transatlântico, se não consegue trajar um smoking ou um vestido de gala. Nós, “magos” não somos apegados aos nossos bens. Não nos incomodamos com o que gastamos com críticos venais, editores gananciosos e diretores televisivos corruptíveis. Mesmo sendo um aprazível chateau, equipado com uma bela adega de vinhos franceses, sabemos que sempre há um chateau melhor à nossa espera. Parciais e terrenos são os caminhos da iluminação.

Direto das Praias Koh Samui, Tailandia: A imagem acima é de peregrinos meditando após a palestra "A vida terrena tântrica nirvânica, uma abordagem dicotômica dialética da partilha equânime de bens", que proferi para 1.500 empresários tailandeses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics