terça-feira, 24 de julho de 2007

Tema de hoje: Olhando o jardim alheio


Como trilheiro espiritual, vos digo: “Nada inspira mais coragem ao medroso do que o medo alheio”. Um dos ensinamentos oportunistas que mais faço questão de frisar é o de que não devemos nos afetar pela inveja alheia. Quando estamos trabalhando, pelo nosso crescimento nirvânico, haverão aqueles que, apenas, ficam À margem da estrada nos sugando. São pessoas de pouca capacidade de entendimento e, geralmente, atrapalham muito nosso esforço. É aquele que quando saímos com nossa Ferrari 430 Spyder comenta que o seguro é muito caro. É aquela que ao perceber que iremos naquele cruzeiro pelo Caribe diz que tem horror a tubarões. Meu irmão, minha irmã, afaste-se desses tipos. Não os deixem perceber que caminho está tomando nem com qual potencial financiador de sua jornada se encontra. Nós, “magos”, preservamos nossas fontes a todo custo. Reunimo-nos com nossos críticos venais, editores gananciosos e diretores televisivos deslumbrados em nosso chateau, onde servimos sempre um magnífico vinho francês para azeitar as coisas. Alheios e visuais são os caminhos da iluminação.


Direto de Nyingchi, Tibet: A imagem acima é de um dos magos da Ordem de Magos Esotéricos Oportunistas, em seu templo, saudando este escriba. Nesse local proferi a palestra "O tântrismo nirvânico, uma abordagem visual heterodoxa sobre a importância do alheio dicotômico dialético", para 1.500 empresários tibetanos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics