sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Tema de hoje: A reflexão mais do que reflexiva


Como trilheiro espiritual, vos digo: “A fome dá ao pobre o direito sagrado de importunar o rico”. Mais um sábio ensinamento, aprendi, em outro livro magnífico do monge Ma-Tu-rui, “Mão Aberta, Cofre Aberto”. Nesse instigante livro, o leitor é catapultado para o terreno de profundas reflexões sobre o verdadeiro significado da resistência humana. No ambiente esotérico oportunista não há margens para erros. A dedicação deve ser total e exclusiva. Mesmo na fome e nas adversidades mais insanas. São testes que a fé divina nirvânica no impõem. Não tenha medo se o bólido esportivo que pilota estiver com a documentação atrasada ao se deparar com uma blitz. Não receie se a sirene de desastre do transatlântico que navega pelo Caribe soar estridente. Meu irmão, minha irmã, lembre-se que seu bolso está recheado de recursos que podem ser destinados aos gentis policiais que o abordam. Ou então, que a combinação do cofre e a senha do banco, onde suas fortunas estão depositadas, está nas mãos do seu guru preferido. Nós, “magos”, não perdemos a fé ao nos deparar com um crítico não tão venal quanto pensávamos. Nosso chateau é equipado com uma adega de afrodisíacos vinhos franceses, quartos convidativos e sempre temos alguém disponível para convencer um ressabiado oportunista. Reflexivos, renitentemente, são os caminhos da iluminação.

Direto de Uusikaarlepyy, Finlândia: Na imagem acima uma peregrina trabalha arduamente para convencer um grupo de possíveis doadores de recursos nas dependências da filial local da Hector Hereeye Foundation, logo após a palestra "O tântrismo nirvânico, uma abordagem reflexiva heterodoxa sobre a importância do dicotômico dialético", que proferi para 1.500 empresários finlandeses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics