quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Tema de hoje: Só a metade é sagrada?


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Um bom começo é metade do trabalho esotérico oportunista". Não adianta somente ter fé no divino nirvânico. O verdadeiro caminhante deve entender que um bom orientador, conhecido como guru, mestre ou "mago", é fundamental para seu sucesso. Não há nada que substitua a experiência de outros, que já trilharam o caminho Ao-Shu-man, junto ao divino. E, no que tange ao tantrismo dialético, é condição primordial. Meu irmão, minha irmã, a soberba é um pecado mortal. Isso contamina seu trabalho, mostrando algo que não é para os generosos abonados que encontrarão. Deixe-a de lado e será feliz. Nós, "magos", praticamos a humildade todos os dias, pedimos orientações ao divino através de orações especiais e consultamos os melhores analistas financeiros antes de aplicar nossos parcos recursos no mercado. Só assim garantimos a perpetuidade de nosso chateau e podemos desfrutar, sem remorsos, dos vinhos franceses que possuímos. Rachados e sagrados são os caminhos da iluminação.

Direto de Alcácer do Sal, Portugal: Na imagem acima vemos um grupo de peregrinas que trabalharão, como hostesses, na festa natalina da matriz da Hector Hereeye Foundation. Logo depois proferi a palestra "O sagrado transcedental dialético, uma abordagem analítica das partes do todo no mundo cármico dicotômico”, para 1.500 empresários portugueses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics