terça-feira, 30 de outubro de 2007

Tema de hoje: Chuang Tzu e a borboleta


Como trilheiro espiritual, vos digo: “Ille nihil dubitat qui nullam scientiam habet”. O caminhante de fé, às vezes, não sabe quem é. A dicotomia mundano-esotérico oportunista sempre se faz presente. Nos momentos de jejum, quando oramos ao divino nirvânico em adoração, entramos em transe dialético. Este êxtase leva aos mais delirantes pensamentos. As grandes questões da humanidade vêm à tona. O que sou? Para onde vou? Um crítico é venal? Quanto custa uma Ferrari 430 Spyder? Vale a pena um cruzeiro pelo Caribe? Um grande aporte de recursos financeiros é tributável? Tudo isso, meu irmão, minha irmã, deve ser visto à luz do conhecimento acumulado por gerações de líderes oportunistas. Ouçam o seu coração e as palavras sábias de seu contador. Não temam ajudar ao próximo, principalmente se o próximo for muito generoso. A Hector Hereeye Foundation possui estratégias financeiras que são indetectáveis. Nós, “magos”, sorrimos quando recebemos, em nosso chateau, a visita do fiscal de renda. Sabemos que não há nada que possam fazer para impedir o avanço do esoterismo oportunista. O vinho francês que bebemos depois tem um sabor inigualável. Borboletantes sõs os caminhos da iluminação.

Direto de Oranjestad, Aruba: Na imagem acima peregrinas demonstram sua devoção aos ensinamentos desse escriba em um show beneficente na filial local da Hector Hereeye Foundation. Logo após proferi a palestra "A dúvida transcedental dialética, uma abordagem holística das grandes questões da humanidade à luz do investimento cármico dicotômico”, para 1.500 empresários arubenses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics