segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Tema de hoje: Nenhuma fé


Como trilheiro espiritual, vos digo: “Se dermos um passo de fé, o divino nos dará mais visão”. Meu irmão, minha irmã, não tema perante os perigos. Não titubeiei ao ser inquirido sobre o destino dos recursos financeiros que depositam em suas mãos em nome da fé divina nirvânica. Não regateie a doação. Aquele ser necessitado, que barganha descaradamente pelas benesses dialéticas, será um forte candidato a um desistente. Evitem-nos e serão bem sucedidos. Nós, “magos” temos um apurado senso de identificação. Não nos deixamos enganar quando somos instados a baixar o preço. A fé não tem preço, por isso é inestimável. Nosso chateau está aberto a todos, mas para degustar o santificado vinho francês, que ofertamos, somente com boa-vontade e em “cash”. Enfezados são os caminhos da iluminação.

Direto de Kilingi-Nõmme, Estônia: A imagem acima é de uma peregrina contemplando o estreito de Zuon-Reng-tiao antes da palestra “A fé dialética nirvânica, uma abordagem reflexiva sobre as diversas formas de se orientar nos caminhos dicotômicos”, que proferi para 1.500 empresários estonianos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics