terça-feira, 18 de setembro de 2007

Tema de hoje: Da eterna lembrança


Como trilheiro espiritual, vos digo: “Cuando la muerte ha igualado la fortuna, las pompas fúnebres no deberían diferenciarlas”. Hoje falaremos de um dos momentos mais intensos do caminho esotérico oportunista, a hora de ajudar os entes queridos daquele que passa da vida material para a imaterial. Neste momento devemos celebrar o ritual e realizar as orações fúnebres com fervor. Aconselhem aos que ficam aqui na vida terrena. Explique que a vida é feita de etapas. Esta é apenas mais uma, dentre as milhares, que existem nos mais diversos planos do divino nirvânico. E convençam-nos que não levamos nada desta vida para outra. Ajudem-nos a superar a morte e verifiquem a disponibilidade financeira para um aporte considerável nas contas do seu guru preferido. Meu irmão, minha irmã, esse é o momento de vulnerabilidade, aproveite-o. Nós, “magos”, nunca perdemos o velório de um grande magnata. Nosso chateau, e os vinhos franceses que temos em nossa adega, sempre serão um alívio para a tristeza. Eternos e memoráveis são os caminhos da luz.

Direto de Xangai, China: A imagem acima é da filial local da Hector Hereeye Foundation, local onde proferi a palestra “A oração fúnebre dialética nirvânica, uma abordagem reflexiva sobre o poder da orientação nos caminhos dicotômicos”, que proferi para 1.500 empresários chineses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics