quinta-feira, 5 de abril de 2007

Tema de hoje: A alegria na humildade


Como trilheiro espiritual vos digo” É quando nos esquecemos de nós mesmos que fazemos coisas que merecem ser recordadas”. Certa vez, no caminho Ao-shu-man, deparei-me com grande fluxo de peregrinos entrando no mosteiro Shen-Pei-shi. Soube por um peregrino que estavam indo render homenagens a uma sábia mulher e seu filho. Levavam os mais diversos presentes. Túnicas incrustadas de pérolas, manjares nababescos, roupas íntimas costuradas a mão e exemplares raros de livros sagrados. Tudo para agradar a mãe e seu pimpolho. Apesar de nada ter em mãos me postei como último da fila. Os monges recebiam as dádivas e a cada uma delas sorriam. Ao perceberem minha presença fecharam a cara pois, além da aparência humilde, nada tinha para entregar. Porém saquei um título, de minha surrada bolsa, onde passava, ao filho sagrado da sábia senhora, 25% das ações da Hector Hereeye Foundation. Ele sorriu extasiado e todos também sorriram. Meu irmão, minha irmã, se você perceber má-vontade com suas ações utilize-se de recursos financeiros. Nós, “magos”, sempre compramos nossos críticos venais e adulamos nossos editores gananciosos. Isso garante a perpetuação de nosso trabalho divino e também a manutenção de nosso chateau e de nossa adega de estupendo vinho francês. Humildes e alegres são os caminhos da luz

Direto de Mahalapye, Botswana: A imagem acima é de peregrinas botsuanesas festejando minha chegada ao local onde proferi a palestra “Dança nirvânica: Uma visão dialética da gestão comunitária esotérica” para 1.500 empresários botsuaneses. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics