sábado, 3 de maio de 2008

O Absolutismo das Formas – Novas Revelações





Sedução.

Encanto.

Brilho.

O que prende você àquela pessoa que atrai o seu olhar?

Não me refiro às qualidades subjetivas, ou à pureza da alma, mas falo da linguagem corporal silenciosa que salta aos olhos e captura você.

E se essa pessoa for um ídolo do mundo das celebridades, cuja arte não lhe interessaria se não fosse pela expressividade corporal ou a sensualidade ou até mesmo o brilho hipnótico do olhar?

Você já se perguntou qual seria a razão de alguma vez ter sentido uma saudável inveja da aparência de alguém cujo comportamento lhe é totalmente reprovável?

Meu irmão e minha irmã, isso nos leva a outra questão: o problema do envelhecimento físico.

A Hector Hereeye Foundation não poderia ficar fora dessa discussão.

Nossas incursões pelas ciências da Arqueologia, da Antropologia, da Genética e da Física Quântica nos credenciaram para afirmar taxativamente que aquele antigo nome “Mathusalem” é um código secreto deixado nos antigos escritos religiosos e por trás do qual há um grande segredo para a longevidade!

Mas, não é só isso! Essa última informação nos conduz a algo ainda mais surpreendente:

- os seres iluminados dos planos superiores influenciaram as mentes mais brilhantes que hoje conduzem os estudos do chamado Projeto Genoma Humano!

O que isso tem a ver com o início deste texto de hoje? Como isso se relacionaria com a nossa atração física por alguém?

Voltemos a raciocinar como no começo do texto. As reações físicas a uma paixão originada na atração física já foram um motivo suficiente para a Ciência oficial explicar tudo pelo lado orgânico. Neste caso, você NÃO precisa continuar lendo aqui se realmente aceita que somos apenas umas amebas melhoradas.

Este é o ponto em que Ciência e Religião, aparentemente, iniciam a rivalidade milenar.

Meu irmão e minha irmã, nós reagimos a essas fantásticas impressões porque somos capazes de trocar informações sutis sobre o início de tudo! Tal é a nossa memória genética de um tempo em que o projeto original previa uma humanidade que jamais degeneraria fisicamente, pois É JUSTAMENTE ISSO que sentimos inconscientemente nesses mencionados momentos de admiração física por alguém!

Pense agora em como os poetas falam de beleza e harmonia, à exaustão. Considere como isso toca você.

Você leu a nossa publicação, aqui do blog, intitulada “O Beijo da Serotonina – Ciência ou Religião”?

O fato é que você sabe, intuitivamente, que a Religião e a Ciência podem estar atrapalhando – ao invés de ajudando.

Daí o oportunismo com que as Inteligências Superiores guiam secretamente os homens e mulheres de boa vontade, inspirando até mesmo a própria Ciência oficial – essa que ainda olha com relutância as conclusões da Física Quântica, mas felizmente ergueu os pilares do Projeto Genoma Humano.

Olhe, perceba! O seu coração dispara, sua pulsação se modifica nos momentos de paixão. Em todo esse processo há a interação de energias – e uma delas é a energia das formas.

Beleza percebida pelos olhos tem a ver com beleza buscada pela alma!

Ou você acha mesmo que aquilo que enxerga nas pessoas já não havia sido ditado de dentro de si mesmo?

Agora, talvez esteja ficando mais claro para você - meu irmão ou minha irmã – qual o valor de compreender e separar o que seja fascinação física ou o amor místico dos grandes sábios que já caminharam até hoje no meio da humanidade

Termino aqui com uma frase da lendária Deusa Kundalini.

“Os teus vários “eus” irão encontrar os meus incontáveis rostos.”

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics