sexta-feira, 16 de maio de 2008

Tema de hoje: De Isabel


Como trilheiro espiritual, vos digo: ""Casamento, nem fazê-lo nem desfazê-lo. Mas se fize-lo, o faça com separação total de bens". A vida é dura com o caminhante de fé. Poucas são as oportunidades de se sentir bem no meio esotérico oportunista. O trabalho suga as forças além do imaginável. Mas há pequenas compensações. O sorriso de um generoso e abonado necessitado quando ajudado. O tilintar incessante do fluxo de recursos ao cair em sua conta bancária. Um livro seu ser reconhecido mundialmente e ganhar diversos prêmios por isso. O séquito infindável de aspirantes a esposa, que fazem de tudo e mais um pouco para deitarem-se sob a frondosa árvore da sabedoria tântrica dialética. A este último lampejo de felicidade alerto aos irmãos e irmãs que tomem muito cuidado com o que celebram entre as partes, praticam entre 4 paredes e, principalmente, contam ao pé do ouvido naquelas horas de desassossego. Nós, "magos", somos discretíssimos. Só assim ficamos tranquilos e altaneiros em nosso chateau. Só assim desfrutar um bom vinho francês é possível. Isabelos são os caminhos da iluminação.

Direto de New York, Estados Unidos: Na imagem acima um casal de peregrinos se encaminha ao altar, na filial local da Hector Hereeye Foundation, para seu casamento nirvânico. Logo após a cerimônia proferi a palestra "O princípio Isabel, uma abordagem relacional no mundo cármico", para 1.500 empresários norte-americanos. Juntem-se a nós.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics