quarta-feira, 28 de maio de 2008

Kama Sutra Esotérico Oportunista - Parte II

Como mago esotérico oportunista e mestre tântrico dialético, formador de legiões de praticantes desta milenar arte de relacionamento carnal cármico, continuo a apresentar o restantes das mais requisitadas posições do 'Kama Sutra Esotérico Oportunista'. Como todos sabem convoquei duas de nossas mais entusiasmadas peregrinas e praticantes full-time desta arte para a demonstração.





Posição Caranguejo: Não é recomendada para trilheiros iniciantes. Esta posição exige um esforço físico considerável do doador/dominado. Muito útil para extorquir, digo, extrair recursos financeiros rapidamente.

Posição Conchinha Clássica: Uma variação da Posição Conchinha Invertida. A dominante deverá se posicionar ao lado do outro. Com a movimentação pélvica será possível uma abordagem superficial, evitando um relacionamento profundo entre doador e trilheiro. Muito útil ao amanhecer, servindo para enganar, digo, demonstrar afeto e carinho pela doação recebida.

Posição Papai-Mamãe Clássica: Indicado para aquelas situações que demandam apenas o cumprimento do regulamento que rege as relações comerciais oportunistas. Não indicada para aqueles que ainda não estão convencidos que o caminho esotérico oprotunista do Ao-Shu-man é a redenção.

Posição Carrinho de Mão: Neste caso, o praticante dominante deverá ficar de 4 com as pernas estendidas, para que o dominado, ao segurar suas pernas, acredite que está no comando. O dominante assim poderá guiá-lo aonde quiser. Requer um vigor físico e não é indicado para os caminhantes sem fé em seus atributos musculares.

Posição Lambu Morta: Uma variação da Posição Papai-Mamãe Avançado. O dominante deverá estar por baixo, entrelaçando as pernas na cintura do dominado e, isso é importante, aplicando um movimento de pressão e torção lateral obrigando ao doador entregar o quanto antes os seus recursos financeiros.

Posição Cadelinha Marota Invertida: Uma variação da Posição Cadelinha Marota. Se o dominante ficar por cima deverá aplicar uma movimentação pélvica circular para que, em êxtase, o dominado se renda às argumentações.

Posição Coqueirinho Sapeca: Pode ser a segunda posição após o início dos debates. De pé o dominante deverá equilibra-se sobre o eixo quadril-pernas para sustentar o peso do dominado sobre as coxas. A ameaça de soltar tudo e causar uma queda do coqueiro costuma ser um argumento eficaz, do tipo "Doe ou doerá mais em você do que em mim".

Como mago oportunista defendo a idéia que só o comércio salva. Portanto, inscrevam-se já em um de nossos cursos de Tantrismo Dialético, em nossas filiais da Hector Hereeye Foudation, e aprendam todas as posições desta arte que tem sido um sucesso na argumentação empresarial.

Saudações.

Abaixo duas peregrinas meditam antes da aula.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics