terça-feira, 20 de novembro de 2007

Tema de hoje: Encontro no Posto Seis


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Os caminhantes de fé serão julgados com a mesma medida com que julgam, dialeticamente, seu próximo". As aparências enganam. Isso é de conhecimento público. O verdadeiro caminhante esotérico oportunista aprende que um generoso e abonado necessitado de ajuda não está, necessariamente, trajado em ricas vestes. Alguns costumam ser excêntricos e se trajam como maltrapilhos imundos. Meu irmão, minha irmã, deve notar a diferença pela forma que encadeiam as frases, pelo bafo e pelo estado de sua arcada dentária. O verdadeiro maltrapilho titubeia, tem um terrível bafo de bebidas não recomendadas e os dentes estão absolutamente enegrecidos. Não que vocês não devam ajudar. Afinal, devemos procurar também formas dedutíveis de impostos. Nós, "magos", nunca julgamos ninguém pela aparência. Recebemos todos, sem distinção, em nosso chateau e oferecemos uma taça de valioso vinho francês. Se o necessitado emborcar de um só gole é porque se trata de um desguarnecido de recursos e o convidamos gentilmente a se retirar. Se ele engrossar chamamos a segurança. Encontráveis e sextavados são os caminhos da iluminação.

Direto da Seul, Coréia do Sul: Na imagem acima vemos peregrinos, do templo Kong-bin-ruan, saudando o retorno deste escriba antes de acompanhar a palestra "O encontro transcedental dialético, as seis maneiras de escolher amigos e influenciar pessoas no mundo cármico dicotômico”, que proferi para 1.500 empresários sul-coreanos. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics