quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Tema de hoje: E mesmo assim não acreditam


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Acreditar em tudo é tolice, mas não acreditar em coisa alguma tolice é". O caminhante esotérico oportunista deve estar atento aos sinais que o divino nirvânico apresenta. E deve trabalhar para que estes sinais sejam difundidos e acreditados. O mundo material é muito apegado as coisas mundanas e não é fácil de ser convencido. Caso esteja encontrando dificuldades, meu irmão, minha irmã, use a carta na manga de todo caminhante: comprar um crítico venal ou adular um editor ganancioso. Nada melhor do que ajudar a um generoso e abonado necessitado com os devidos respaldos da mídia mundial. Assim, o fluxo de valiosos recursos financeiros irá acontecer e todos poderão desfrutar das benesses dialéticas. Nós, "magos", somos responsáveis por tornar as provas divinas em um presente valioso. Os vinhos franceses que bebemos são uma prova viva de que a dicotomia existe. Crentes são os caminhos da iluminação.

Direto de Sint-Niklaas, Bélgica: Na imagem acima uma foto histórica desse escriba com as primeiras alunas de tântrismo nirvânico. Naquele local proferi a palestra "Os crentes transcedentais dialéticos, uma abordagem holística de como convencer usando o caminho filosófico para se alcançar um determinado estado cármico dicotômico”, para 1.500 empresários belgas. Aos que desejam ter seu blog linkado, nessa casa espiritual, se manifestem. É de graça. Consultas oraculares podem ser enviadas por e-mail para heitorcaolho@gmail.com ou deixadas nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics