terça-feira, 10 de junho de 2008

Tema de hoje: Do tijolo


Como trilheiro espiritual, vos digo: "Prefiro ser uma laje de mármore italiano, mesmo partido, a ser tijolo, ainda que intacto". No caminho Ao-Shu-man somos testados e tentados. Uma das provações que passamos é a de lidar com o guerreiro que habita nosso eu interior. Somos todos movidos por instintos assassinos que nos fazem reagir às provocações. O verdadeiro caminhante de fé deve relevar esse instinto, principalmente quando em conversações com doadores generosos e abonados. O crítico venal que pede mais do que vale também é alvo de nossa ira, contorne a situação gravando a conversa e ameaçando divulgar para a mídia. Meu irmão, minha irmã, nada vale mais do que o sono tranquilo, caso tenha um acesso de fúria visite um templo, acenda um incenso, reze uma prece e sua consciência estará limpa. Nós, "magos", só discutimos e brigamos através dos tribunais e amparados por um batalhão de advogados. Só assim temos tempo para desfrutar de uma taça de vinho francês em nosso chateau. Tijolados são os caminhos da iluminação.

Direto de Los Angeles, Estados Unidos: Na imagem acima vemos uma peregrina construindo seu corpo, tijolo a tijolo. Logo após, proferi a palestra "A construção nirvânica, uma abordagem dialética da influência do perdão na vida moderna do mundo cármico", para 1.500 empresários estadunidenses. Juntem-se a nós.

Seja o primeiro a comentar

  ©"Em verdade vos digo", o blog da Hector Hereeye Foundation Template layla-imagem banner Kazuhiko Nakamura

TOPO  

Clicky Web Analytics